Para que serve e como limpar a cera dos ouvidos?

Notícias

Para que serve e como limpar a cera dos ouvidos?

05 Outubro 2017 |

Essa é uma dúvida muito comum para a maioria das pessoas. E os ouvidinhos das crianças? Como limpar sem machucar? Muitos de nós aprendemos que é preciso limpar os ouvidos com cotonetes e assim repetimos durante toda a vida. No entanto, a higiene deve ser feita apenas superficialmente, para evitar machucar o tímpano, tanto dos adultos, quanto das crianças.

A cera no ouvido é uma secreção das glândulas da parte mais externa do canal auditivo e tem a função de proteger o tímpano. Ela é essencial para evitar infecções e também impedir que poeira e outras partículas cheguem ao tímpano e causem perda de audição. Por outro lado, a cera em excesso também prejudica a função auricular e, se você fizer a limpeza errada, ela pode encostar no tímpano, causar dor e outros probleminhas.



Eu posso ou não usar o cotonete?

Pode, mas apenas para limpar superficialmente. Utilize o cotonete nas partes externas da orelha e na entrada do canal e só. Você vai retirar com ele só a cera que está mais para fora. Essa cera que podemos ver geralmente vai ressecar e se desprender da pele, mas você pode retirá-la antes que ela resseque. Jamais utilize qualquer tipo de metal, grampos, ou qualquer objeto pontiagudo para limpar seus ouvidos. Também não deve ser utilizado spray sem a orientação de um médico.  


Mas eu posso limpar meus ouvidos?

Pode e deve. O acúmulo de cera no ouvido pode causar a obstrução do canal auditivo levando a dificuldade para escutar e, em alguns casos, provocando até surdez em um dos ouvidos. No entanto, quando chegar a este ponto você deve procurar um médico. Se você empurrar a cera com o cotonete, ela pode se aderir ao tímpano e causar dores, tonturas, vertigens, zumbidos, coceira ou sensação de ouvido entupido.

Apenas a cera superficial deve ser limpada com o cotonete. Como já dissemos, a falta ou o excesso de cera no ouvido pode causar infecções.


E se eu produzo muita cera?

Geralmente, as pessoas mais velhas apresentam maior acúmulo de cera por conta da perda natural da lubrificação do cerume, dificultando a sua expulsão. Alguma pequena alteração anatômica no ouvido também pode favorecer o acúmulo de cera.

Um médico otorrinolaringologista é o mais indicado para orientar você e fazer a limpeza correta dos seus ouvidos. Mas, se desejar fazer isso em casa mesmo, vamos deixar uma receitinha.

 

IMPORTANTE: Siga a risca as orientações e faça isso de duas a três vezes ao ano, apenas para tirar o excessivo mesmo. Vamos lá?

 

Você vai precisar de:

½ xícara de água morna (filtrada ou fervida)

1 colher de chá de sal

 

Prepare essa mistura em um recipiente bem limpinho. Faça uma pequena bolinha de algodão e mergulhe na solução. Retire-a e aperte-a para retirar o excesso líquido.

Posicione-se com a cabeça virada para um dos lados, como se fosse encostar a orelha em um dos ombros. Aperte o algodão dentro do canal do ouvido que ficou para cima e deixe cair no máximo 5 gotinhas de líquido. Fique nessa posição por alguns minutos e depois incline a cabeça no sentido oposto para que o líquido escorra. Não injete a solução com uma seringa e nem com um spray e seque bem após a limpeza. Repita o processo por três dias.

 

No lugar da água com sal você também pode utilizar partes iguais de água oxigenada (10 volumes) e água comum; ou óleo de bebê ou óleo mineral ou glicerina, os quais você pode aplicá-los com um conta-gotas.